Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Apresentações virtuais por profissionais do IRD/CNEN abordam atividades com impacto na sociedade
Início do conteúdo da página

Apresentações virtuais por profissionais do IRD/CNEN abordam atividades com impacto na sociedade

  • Publicado: Terça, 06 de Abril de 2021, 18h11
  • Última atualização em Quarta, 07 de Abril de 2021, 10h12


SESSÃO DE ABERTURA - parte 1            ***           SESSÃO DE ABERTURA - parte 2

O IRD/CNEN completou 49 anos de fundação no último dia 21 de março e por meio de apresentações virtuais abordou temas da atividade cotidiana do instituto, ao longo de uma semana. O material está disponível no canal YouTube IRD Institucional. Pesquisas e desenvolvimentos em radioproteção, dosimetria, metrologia, meio ambiente, aplicações em saúde, importância da difusão desse conhecimento e da política da qualidade foram os assuntos apresentados.

Na abertura da semana, o presidente da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) Paulo Roberto Pertusi e o diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da autarquia ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI),  Madison Coelho de Almeida, estiveram presentes à reunião virtual, além de dirigentes das demais unidades técnico-científicas da autarquia e de outras instituições. Em seu discurso, Pertusi destacou para o público de 245 participantes a importância de todos, pesquisadores, técnicos, colaboradores para o IRD, manifestando que é motivo de orgulho ter como integrante da CNEN uma unidade referência nacional e internacional em várias áreas do conhecimento, “oferecendo pesquisas e serviços de valor inestimável à população e a instituições parceiras em sua área de expertise”. Ao citar a importância da área de ensino, lembrou sobre os 20 anos da pós-graduação IRD em 2021, formando profissionais e pesquisadores.

Por sua vez, o diretor Madison abordou a qualidade do trabalho realizado pelo IRD que o torna referência no país e na América Latina em física médica, na área ambiental, em atendimento a emergências, dosimetria, metrologia das radiações, na cooperação com a Agência Internacional de Energia Atômica e em parcerias com outros organismos. “É um instituto que tem também seu protagonismo nos trabalhos acadêmicos”, afirmou, incluindo bolsistas e estagiários para os bons resultados obtidos. “Destaco aqui a importância de toda a força de trabalho - administrativos, técnicos e pesquisadores - , da atividade mais simples à mais complexa”, afirmou.

De acordo com a diretora do instituto, Angélica Wasserman, a ideia com a semana de palestras foi ampliar a percepção sobre alguns aspectos do setor nuclear e o papel do IRD para o setor, ao mesmo tempo, carregando de significado para não especialistas palavras como radioproteção e dosimetria, entre outras. Segundo ela, foi uma outra forma de visita virtual institucional. Aos servidores e colaboradores, agradeceu por contribuírem com  com os resultados institucionais desde o início do enfrentamento da situação até os dias atuais, superando desafios pessoais e familiares frente à pandemia da Covid-19 .

Wasserman destacou ainda as disciplinas da pós-graduação ministradas online, processos seletivos da pós em formato virtual, as defesas de teses e dissertações, qualificações, eventos, interface de comunicação com a sociedade, auditorias da qualidade, capacitação do corpo técnico ao longo de todo o período. Lembrou também dos esforços para a realização do trabalho remoto e da dedicação de todas as equipes quando a atividade presencial se fez e se faz necessária.

O IRD foi criado em 21 de março de 1972 a partir do Laboratório de Dosimetria na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), e teve como seu primeiro diretor Rex Nazaré Alves. A atribuição básica do laboratório consistia em calibrar monitores de radioproteção utilizando fontes de referência e realizar monitoração ambiental do impacto das explosões atômicas ocorridas no hemisfério norte. 

Apresentações

No mesmo dia da solenidade de abertura, 22/03,  ocorreu a apresentação "Ciência e tecnologia nuclear em favor da vida", realizada pela pesquisadora Lídia Vasconcellos de Sá, chefe da Divisão de Física Médica IRD, que tratou como a ciência e a tecnologia nuclear estão presentes no cotidiano e como essa ciência beneficia a sociedade. Abordou ainda sobre o desenvolvimento da proteção radiológica para o ser humano e todo o meio ambiente.

A segunda palestra da semana IRD 49 anos, em 23/03, mostrou a importância da dosimetria das radiações para a sociedade, pelo pesquisador Everton Rodrigues, da Divisão de Dosimetria. Medir adequadamente doses de radiação, avaliar essas doses e promover a proteção e segurança das pessoas que trabalham com radiações ionizantes é essencial. Inclusive do ponto de vista da segurança de pacientes e do público em geral, que ganha com o avanço das práticas e pesquisas em dosimetria.

“Proteção radiológica ambiental”, apresentação da chefe da Divisão de Radioproteção Ana Cristina Ferreira, em 24/03, mostrou o que é radioproteção ambiental, sua finalidade e a importância do monitoramento ambiental. No mesmo dia ocorreu a apresentação “Fortalecendo o conhecimento nuclear”, pelo coordenador da pós stricto sensu IRD, José Guilherme Pereira Peixoto, que destacou a importância da atividade interdisciplinar da pós-graduação, o curso lato sensu em Proteção Radiológica e Segurança de Fontes Radioativas e atividades de iniciação científica, entre outras, que propiciam ao aluno e professores um ambiente enriquecedor para a  produção e preservação de conhecimento e que traz ao instituto configuração ímpar.

Metrologia das radiações no cotidiano, pelo pesquisador José Ubiratan Delgado, trouxe conteúdos sobre a importância da ciência das medições como essencial para o desenvolvimento econômico e social e para a segurança. Ubiratan destacou que fortalecer a estrutura metrológica nacional é um compromisso do IRD, por ser um organismo designado como referência nacional em metrologia das radiações ionizantes. A importância do sistema de gestão da qualidade e de sua disseminação foram tema de apresentação por Camille Castro, gerente da qualidade do IRD.

A semana encerrou com a apresentação de Raul dos Santos, abordando o papel do IRD no sistema de atendimento a emergências da CNEN. Ele trouxe a importância do serviço que funciona 24 horas por dia, sete dias por semana, em regime de sobreaviso, e dá apoio operacional ao sistema de emergência da CNEN, em suporte às atividades radiológicas e nucleares fiscalizadas e licenciadas pela autarquia, vinculada ao MCTI. O diretor de P&D CNEN realizou o fechamento da semana, juntamente com a diretora do instituto.  


Por Lilian Bueno/ Ascom IRD

Clique no link para acessar cada apresentação no YouTube IRD Institucional

 ACESSE A SESSÃO 1                                                                 ACESSE A SESSÃO 2                  
 

ACESSE A SESSÃO 3
                                                               ACESSE A SESSÃO 4
 
ACESSE A SESSÃO 5                                                                ACESSE A SESSÃO 6
 

  ACESSE A SESSÃO 7
 

registrado em:
Fim do conteúdo da página