Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Especialização em Radioproteção e Segurança de Fontes divulga resultado do processo seletivo 2020
Início do conteúdo da página

Especialização em Radioproteção e Segurança de Fontes divulga resultado do processo seletivo 2020

  • Publicado: Terça, 04 de Fevereiro de 2020, 09h52
  • Última atualização em Terça, 04 de Fevereiro de 2020, 12h50

O resultado do processo seletivo para ingresso no Programa de Pós-Graduação Lato Sensu em Proteção Radiológica e Segurança de Fontes Radioativas 2020 está disponível no site IRD. A lista de aprovados pode ser acessada em http://moodle.ird.gov.br/ensino/ . A pós lato sensu é uma parceria com a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA). O início das aulas acontece no dia 1o de abril. O curso, oferecido desde 2010, é ministrado de abril a outubro. Ao final de cada módulo, os alunos passam por avaliações e apresentam um trabalho de conclusão do curso, submetido a uma banca examinadora.

Os participantes devem formação superior de graduação ou tecnólogo nas áreas de Engenharia, Física, Química, Biologia, Área da Saúde, Radiologia e afins. Dividido em 17 módulos, o curso engloba partes teóricas e treinamentos práticos (demonstrações, exercícios de laboratório, estudos de caso, visitas técnicas, simulações e workshops),  totalizando 472 horas  (26 semanas). A formação é oferecida em outros sete países seguindo estrutura semelhante e a parceria com o organismo internacional. O treinamento está disponível na Argentina (para participantes de língua hispânica), Gana (francês), Marrocos (inglês), Síria (inglês), Malásia (inglês), Grécia (inglês), Bielorússia (russo).

O curso no Brasil aceita candidatos de língua portuguesa de países da África, que são selecionados pela AIEA e têm a oportunidade de obter apoio financeiro da Agência para sua estadia no Brasil, durante a realização do treinamento. Em 2019 foram formados 18 especialistas, totalizando 130 experts com formação de nível internacional, desde o início do programa em 2011. Em setembro de 2019 a Agência divulgou que já foram treinados mais de 1800 especialistas de 120 países, desde o início do programa, em 1981. Já foram concluídas mais de 100 turmas, que são conduzidas com média de 20 a 30 participantes, para manter a qualidade da formação.

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página