Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Especialistas em radioproteção e segurança de fontes radioativas

A formatura da sétima turma do Programa de Pós-Graduação Lato Sensu em Proteção Radiológica e Segurança de Fontes Radioativas do IRD foi realizada no último dia 22 de setembro, na sede do instituto. Entre os 16 alunos que concluíram a capacitação, dois de Angola e dois de Moçambique. O treinamento é resultado de uma parceria com a Agência Internacional de Energia Atômica.

O chefe do serviço de ensino e coordenador da Rede Latino-americana para Educação e Capacitação em Tecnologia Nuclear Aucyone Silva destacou que em 2010 o IRD se tornou um Centro Regional de Ensino e Treinamento na região, como outros de referência na Ásia, Europa, África e Rússia. Ressaltou ainda o entusiasmo e dedicação dos estudantes e a organização do curso, sob a coordenação de Fernando Razuk.  Os trabalhos produzidos como monografias de conclusão do curso renderam publicações em congressos nacionais, fato destacado por Silva que foi levado ao conhecimento da organização da AIEA e recebido com grande interesse pelo organismo mundial, afirmou o gestor.


Pós-graduados 2017 junto a alguns dos professores, coordenação e equipe da área de ensino

Para a engenheira eletrônica Eunícia João Goessa, da área de fiscalização da Agência Nacional Energia Atômica de Moçambique, a formação modificou a forma de encarar a radioproteção. “Participar desse curso foi um ganho muito grande. Como reguladora, a exigência passa a ser ainda maior, o que vai me ajudar bastante”, afirmou, acrescentando ainda que atuar como multiplicadora passa a ser sua tarefa. Em seu país de origem, outros colegas de trabalho já participaram do curso que dura de abril a dezembro, exige dedicação total e conta com bolsa da AIEA.

Os outros estudantes da África foram Edna Machavane (licenciamento do organismo regulador de Moçambique),  Jerry Rawlings Pereira dos Santos e José Manuel Sucumula Diogo (ambos da Autoridade Reguladora de Energia Atômica de Angola). Com a turma 2017, serão 99 alunos certificados pelo IRD como experts da AIEA em Proteção Radiológica e Segurança de Fontes Radioativas, desde o início do programa de treinamento.

O diretor do IRD Renato Di Prinzio participou da cerimônia de encerramento, parabenizando os estudantes e destacando as possibilidades de qualificação para profissionais e pesquisadores. O agradecimento ao instituto que abriu as portas ao grupo foi enfatizado pela oradora Prycyla Creazolla e por outros alunos, que emocionados agradeceram professores, corpo técnico e toda a equipe de apoio. 

A relação completa de participantes e outras informações podem ser acessadas em

http://moodle.ird.gov.br/ensino/index.php/especializacao/discentes/discentes-ano-2017

 

Reportagem e foto: Lilian Bueno/ Ascom IRD

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página